Doação de Óvulos

Coito Programado

A doação de óvulos é um procedimento da reprodução assistida que viabiliza a gravidez a mulheres impossibilitadas de engravidar com seus próprios óvulos, devido à ausência de ovulação ou a produção de óvulos de baixa qualidade.

O processo de ovodoação (como o procedimento também é conhecido) é parte importante da FIV (fertilização in vitro), onde os espermatozoides do homem e os óvulos são fertilizados em laboratório.

Geralmente, o óvulo é doado e o espermatozoide utilizado é do parceiro, embora o gameta masculino também possa ser oriundo de doação.

A DÚVIDA PRINCIPAL

Quem pode fazer a Doação de Óvulos?

No Brasil esse tratamento é autorizado pelo Conselho Federal de Medicina, mas é proibido o caráter lucrativo ou comercial e as doadoras não devem conhecer a identidade das receptoras e vice-versa.

Para ser uma doadora de óvulos, a mulher realiza uma série de exames específicos sobre a reserva ovariana. Responde também a um questionário sobre estilo de vida, características pessoais e saúde.

Caso o perfil seja compatível com uma receptora, inicia-se uma série de exames para certificar que não existem problemas de saúde e, em seguida, já pode programar o início do tratamento para a coleta dos óvulos.

Alguns requisitos são necessários, como ter entre 18 a 35 anos, ser saudável e não ter nenhuma doença de transmissão sexual ou genética e se casada, deve contar com o consentimento do parceiro.

UMA AÇÃO NOBRE

Como funciona a Doação de Óvulos?

Inicialmente, a doadora e a receptora passam por um processo de indução da ovulação ao mesmo tempo. Através da administração de hormônios (estrogênio e progesterona), a receptora prepara seu endométrio para receber embriões.

Quando os folículos atingem o tamanho ideal, é realizada uma coleta por meio de punção e aspiração folicular. Caso a mulher tenha realizado a doação unicamente com caráter voluntário, o processo se encerra nesta etapa.

A menstruação deve ocorrer em alguns dias após a coleta dos óvulos e não serão necessários exames ou procedimentos após.

Já nos casos em que a paciente doadora também está em tratamento, as próximas etapas do tratamento podem ser realizadas normalmente, conforme planejado previamente junto com seu médico.

Por fim, é feita a transferência, que é a introdução dos embriões previamente selecionados no útero mediante um cateter guiado por ultrassonografia. O teste de gravidez é realizado cerca de 10 dias depois.

Dra. Silvia Joly Mattos, Especialista em Fertilização In Vitro

GINECOLOGISTA ESPECIALISTA EM REPRODUÇÃO HUMANA

Dra. Silvia Joly Mattos

 

Com mais de 23 anos de experiência na área Ginecológica na cidade de Campinas/SP, a Dra. Silvia Joly Mattos possui formação em Ginecologia e Obstetrícia pelo CAISM/UNICAMP, onde também se especializou em Infertilidade Conjugal.

Possui Título de Especialista em Laparoscopia e Histeroscopia e Pós-Graduação pela UNICAMP, tendo o título de Mestre em Tocoginecologia com Dissertação na área de Infertilidade. Na área de Reprodução Humana, possui o Curso Máster em Infertilidade Conjugal e Reprodução Assistida pela SPMR (Sociedade Paulista de Medicina Reprodutiva).

ENTRE EM CONTATO

Marque sua Consulta

Em breve minha equipe de atendimento entrará em contato.

    Doação de Óvulos
    Doação de Óvulos

    Comments are closed.