reserva ovariana

Reserva ovariana: 3 exames para analisar

Você sabia que há exames para avaliar como está a sua reserva ovariana?

A diminuição dela é normalmente relacionada à idade e decai juntamente com a qualidade dos óvulos.

Os exames referem-se a uma variável quantitativa. Confira:

1. Contagem de folículos antrais: Feito via ultrassonografia transvaginal, permite a contagem dos folículos antrais. Realizada no 2º ou 3º dia do ciclo menstrual;
2. Hormônio anti-mulleriano: Realizado pela coleta de sangue em qualquer fase do ciclo menstrual. Também deve ser realizado no 2º ou 3º dia do ciclo menstrual. Uma baixa reserva em geral está em < 1,1 ng/ml;
3. Dosagem de FSH: Realizado no 2º ou 3º dia do ciclo menstrual, quando está elevado indica a proximidade da menopausa. Só se eleva tardiamente quando a reserva já está comprometida. Uma única dosagem de FSH tem valor muito limitado na avaliação reprodutiva.

Ainda não se tem indicação de incluir a avaliação da reserva ovariana como rotina para mulheres jovens que não estão tentando engravidar. Porém, é recomendado que a partir dos 35 anos ou se está iniciando as tentativas, realize a avaliação da reserva com indicação de um especialista.

Comente aqui se você já fez a avaliação da sua reserva!

SOBRE MIM

Dra. Sílvia Joly Mattos é médica especialista em Ginecologia e Obstetrícia formada pela Unicamp, com Mestrado na área de Infertilidade pela Unicamp e especialista em Reprodução Assistida com Título reconhecido pela Febrasgo.

Share:

Leave comment