doenças autoimunes

Doenças autoimunes afetam a fertilidade?

Doenças autoimunes como esclerose múltipla, lúpus e a artrite reumatoide tendem a ser mais comuns em mulheres e atingem seu pico na idade reprodutiva.

Mas ao contrário do que muitos acreditam, isso não contraindica uma gestação. Inclusive, é neste período que algumas doenças costumam ficar mais brandas e a tendência é de menos surtos (pois é uma situação de imunidade baixa fisiológica, diminuindo a atividade de muitas doenças autoimunes).

Por isso, mulheres que convivem com doenças autoimunes e que desejam engravidar devem contar com o apoio de um especialista para definir o tratamento ideal, já que os anticorpos podem dificultar a fecundação, implantação ou até aumentar as chances de aborto.

A depender da doença, medicamentos convencionais podem ser utilizados para prevenir ou tratar alguma condição causada pela presença de anticorpos anômalos, enquanto outras, podem requerer maior atenção no período final da gravidez e na hora do parto.

A maternidade é possível sim e a decisão deve ser baseada primariamente no desejo de ter uma família. Há quanto tempo você está tentando engravidar?

SOBRE MIM

Dra. Sílvia Joly Mattos é médica especialista em Ginecologia e Obstetrícia formada pela Unicamp, com Mestrado na área de Infertilidade pela Unicamp e especialista em Reprodução Assistida com Título reconhecido pela Febrasgo.

Share:

Leave comment