anti-mulleriano

Meu nível de anti-mulleriano está baixo. E agora?

O nível do exame anti-mulleriano está baixo? Entenda!

Toda mulher nasce com um número de óvulos e vai perdendo ao longo de toda a vida até o momento em que os óvulos se acabam e chega à menopausa. Chamamos de reserva ovariana o número de óvulos que encontramos no ovário.

Existem algumas formas de avaliarmos a reserva ovariana e uma delas é utilizando uma dosagem hormonal, um exame de sangue, chamado hormônio anti-mulleriano. Esse hormônio é produzido pelos folículos em crescimento (estrutura onde os óvulos se desenvolvem) e quanto menor a taxa de hormônio, mais baixa está a reserva.

Um exame baixo não revela a qualidade dos óvulos ou um caso de infertilidade, mas sim, é um recado que você deve se preocupar com seu futuro reprodutivo. Para mulheres tentando engravidar, pode ser interessante começar as tentativas.

E no caso das que não desejam engravidar neste momento, pode ser interessante avaliar as condições futuras, como por exemplo o congelamento de óvulos. Para isso, procure sempre orientação profissional!

SOBRE MIM

Dra. Sílvia Joly Mattos é médica especialista em Ginecologia e Obstetrícia formada pela Unicamp, com Mestrado na área de Infertilidade pela Unicamp e especialista em Reprodução Assistida com Título reconhecido pela Febrasgo.

Share:

Leave comment