HPV

HPV: Confira alguns mitos e verdades

O HPV é um vírus contagioso, transmitido pelo contato com a pele ou mucosa através do ato sexual, que causa tanto verrugas benignas como lesões sérias precursoras de câncer de colo de útero, garganta e ânus.

A maioria das infecções por HPV é assintomática e de caráter transitório, ou seja, regride espontaneamente. Tanto o homem quanto a mulher podem estar infectados pelo vírus sem apresentar sintomas. Confira alguns mitos e verdades que envolvem a infecção:

1- HPV traz riscos para a gravidez: Mito. Não ameaça a evolução da gestação nem a saúde do bebê, já que não atravessa o líquido amniótico e não é transmitido pelo sangue. Mas o acompanhamento e tratamento são sempre recomendados.

2- Pode apresentar sintomas visíveis ou não: Verdade! Em alguns casos, pode provocar o aparecimento de verrugas indolores na pele ou alterações no colo do útero. Mas muitas vezes a infecção do HPV não tem manifestação de sintomas.

3- Usar preservativo impede a transmissão: Mito. O preservativo não consegue prevenir totalmente a infecção, pois as lesões podem estar em regiões que não ficam protegidas pelo preservativo, como a região pubiana e a bolsa escrotal. Mesmo assim o preservativo é indispensável.

4- Ter HPV significa ter câncer do colo do útero: Mito. Geralmente, o sistema imunológico se encarrega de eliminar o vírus, sem necessitar de qualquer intervenção médica. Porém, o acompamento para detecção e diagnóstico precoce é fundamental.

Por isso, o diagnóstico precoce é sempre fundamental. Esteja sempre em dia com a vacinação e saúde, realize acompanhamento e exames periódicos e se previna nas relações sexuais, evitando possíveis riscos! Você já tomou a vacina para HPV?

SOBRE MIM

Dra. Sílvia Joly Mattos é médica especialista em Ginecologia e Obstetrícia formada pela Unicamp, com Mestrado na área de Infertilidade pela Unicamp e especialista em Reprodução Assistida com Título reconhecido pela Febrasgo.

Share:

Leave comment