FIV

FIV ou Mini-FIV: Qual escolher?

O alto custo da Fertilização In Vitro (FIV) pode ser é um empecilho para quem não está conseguindo engravidar naturalmente. Mas existe uma técnica semelhante com um preço mais acessível. É a chamada mini-FIV.

Essa é uma técnica recente, que se baseia na utilização de doses hormonais menores para o estímulo ovariano com o objetivo de oferecer menor número de óvulos (de 1 a 4 óvulos, no máximo), porém de melhor qualidade.

A principal diferença entre as duas é que o método mais barato utiliza uma quantidade menor de medicação – pílulas e injeções – para estimular a ovulação, já que aproveita o ciclo menstrual da mulher.

Ao utilizar menores concentrações hormonais, a mini-FIV pode reduzir os efeitos colaterais e desconfortos como acúmulo de líquidos, inchaço abdominal e aumento de peso, sentidos durante a estimulação ovariana controlada.

O tratamento é indicado principalmente para mulheres com baixa reserva ovariana e que já tenham realizado o estímulo ovariano convencional e produzido poucos óvulos.

Minha recomendação é sempre consultar um especialista em caso de dúvidas! Posso te ajudar a entender as causas da infertilidade e orientar a melhor opção de tratamento. Me envie por inbox no Instagram ou entre em contato comigo pelos telefones: (19) 99892-9576 / (19) 3255-8754

SOBRE MIM

Dra. Sílvia Joly Mattos é médica especialista em Ginecologia e Obstetrícia formada pela Unicamp, com Mestrado na área de Infertilidade pela Unicamp e especialista em Reprodução Assistida com Título reconhecido pela Febrasgo.

Share:

Leave comment