Laser vaginal e seus benefícios para a mulher

Na área médica, há sempre novidades que precisamos conhecer para oferecer o melhor atendimento aos pacientes. Uma dessas novidades é o uso do laser vaginal. Participei de um curso de atualização sobre esse assunto e fiquei muito contente em saber dos benefícios, comprovados cientificamente, que essa técnica pode trazer para as mulheres.

As principais indicações do laser vaginal de CO2 fracionado são:
– atrofia da mucosa vulvovaginal (pós-menopausa e pós-parto);
– incontinência urinária leve sem indicação cirúrgica;
– pacientes pós-câncer de mama (contraindicação para uso de hormônios).

Na recuperação vaginal e vulvar, o laser de CO2 fracionado é capaz de aumentar a produção de colágeno local devido a seus efeitos térmicos e ablativos, aumentando assim a firmeza e a elasticidade dos tecidos na região genital.

Os resultados após o tratamento com o laser CO2 fracionado são vários, entre eles estão: melhora do ressecamento vaginal, melhora da dor e ardor durante a relação sexual, aumento da elasticidade da parede, normalização do PH vaginal com melhora das secreções, diminuição das cistites de repetição, melhora de alguns casos de incontinência urinária e da disfunção sexual.

As vantagens desse tratamento são que ele é ambulatorial, não causa dor, é indicado pelo ginecologista, de duas a três sessões, não tem efeitos colaterais e tem uma alta aderência ao tratamento, segundo estudos publicados em 2017.

Dentre os vários tipos de laser vaginal existentes no mercado, o de CO2 fracionado é o mais eficaz pelo seu efeito térmico, e é o único aprovado pela comunidade científica com base em estudos científicos.

Share:

Comments are closed.