Fertilização in VitroGinecologia e ObstetríciaInfertilidadeReprodução AssistidaReprodução Humana

Trompas obstruídas: existe tratamento?

Dra. Sílvia Joly Mattos – Uma das principais causas de infertilidade no mundo, especialmente em países em desenvolvimento como o Brasil, é a obstrução tubária, ocasionada por bactérias ou processos inflamatórios pélvicos que se deslocam da região genital, danificam e obstruem as trompas.

A endometriose também é uma causa importante de trompas obstruídas, assim como qualquer outra inflamação na região vaginal ou uterina.

O grande problema é que, na maioria das vezes, a obstrução das trompas não possui uma solução, já que quando há esse fechamento ocorre um dano permanente nas estruturas interna e externa das trompas. Nesse caso, não há um tratamento medicamentoso ou cirúrgico que possa reverter o quadro, ou seja, não é possível desobstruir as trompas.

O exame principal para se identificar a obstrução tubária é a histerossalpingografia (HSG), exame que avalia as trompas e a cavidade uterina.

Em situações de aderências ao redor das trompas (fator tuboperitoneal), é possível realizar um tratamento cirúrgico por laparoscopia (vídeo) na tentativa de remover essas aderências.

Quando ambas as trompas estão obstruídas e danificadas não há sucesso no tratamento, seja ele medicamentoso ou cirúrgico. Nesse caso, se é de interesse da paciente engravidar, deve submeter-se às técnicas de fertilização in vitro (FIV).

Já na situação de apenas uma das trompas estar prejudicada, mas a outra se apresentar saudável, é possível seguir em frente com uma gestação espontânea.

Felizmente existem as técnicas de FIV que permitem a pacientes de trompas obstruídas prosseguir com uma gestação.

Consulte um médico especialista em Reprodução Assistida antes de iniciar qualquer tratamento.

Dra. Sílvia Joly Mattos é médica especialista em Ginecologia e Obstetrícia formada pela Unicamp, com Mestrado na área de Infertilidade pela Unicamp e especialista em Reprodução Assistida com Título reconhecido pela Febrasgo.

Um comentário sobre “Trompas obstruídas: existe tratamento?

Os comentários estão fechados.