Fertilização in VitroInfertilidadeReprodução Assistida

Outubro Rosa e a preservação da fertilidade

Dra. Sílvia Joly Mattos – Receber o diagnóstico de câncer de mama é uma situação muito pesada para qualquer mulher, e quando ela está em idade reprodutiva e ainda não teve a oportunidade de ser mãe, a condição ainda é mais traumática. Isso porque grande parte dos tratamentos de radioterapia e quimioterapia são agressivos, e podem destruir os folículos ovarianos levando à infertilidade.

Este é um assunto muito pertinente nessa época da campanha do Outubro Rosa, porque, além de enfrentar o câncer, a mulher sofre também com a preocupação de se tornar infértil após o tratamento. E ainda pode sofrer de menopausa precoce.

Mas com o avanço da Medicina, essa realidade pode ser diferente se a mulher tiver a oportunidade de preservar sua fertilidade através do congelamento de óvulos. É por isso que, após o diagnóstico do câncer de mama, a paciente deve imediatamente buscar um especialista que a oriente sobre esse assunto.

Muitas pacientes ficam tão abaladas com o diagnóstico que não pensam em outra coisa além do tratamento imediato da doença. Mas é preciso salientar que o procedimento para congelamento dos óvulos é rápido, podendo ser realizado logo após o diagnóstico do câncer.

Um profissional especializado poderá fazer a punção desses óvulos em no máximo 15 dias após o diagnóstico da doença, ou seja, é praticamente o tempo de preparo e exames pré-operatórios para o tratamento do câncer. Em seguida esses óvulos são congelados.

O congelamento de óvulos é uma técnica que permite manter as células e os tecidos em baixas temperaturas com seu metabolismo inativado por longos períodos, o que garante a viabilidade para uma gestação futura, por conservar a qualidade do material biológico. Com a técnica atual de congelamento de óvulos, a vitrificação, as taxas de sobrevivência do óvulo após o descongelamento são de 92 a 95%.

Assim, após o tratamento de câncer e quando ela desejar, poderá engravidar pela técnica da Fertilização in Vitro (FIV) e formar sua família com filhos biológicos.

Dra. Silvia Joly Mattos é médica especialista em Ginecologia e Obstetrícia formada pela Unicamp, com Mestrado na área de Infertilidade pela Unicamp e especialista em Reprodução Assistida com Título reconhecido pela Febrasgo.

15 comentários sobre “Outubro Rosa e a preservação da fertilidade

  1. Pingback: viagra canada
  2. Pingback: Cialis 40 mg usa
  3. Pingback: sildenafil
  4. Pingback: viagra gift card
  5. Pingback: cialis bayer 20

Os comentários estão fechados.