gravidezInfertilidadeReprodução Assistida

Obesidade e infertilidade

Obesidade e Infertilidade

Dra. Sílvia Joly Mattos – Sabemos que a obesidade leva a problemas de saúde importantes, principalmente quando associada a alterações metabólicas e cardiovasculares. Porém, o que muitas pessoas não sabem é que a obesidade também pode interferir na fertilidade tanto de homens quanto de mulheres. No caso dos homens, a obesidade pode influenciar nas características do sêmen. Nas mulheres, o aumento de peso pode interferir na produção e metabolização hormonal, tendo como consequência a disfunção da ovulação. Dessa forma diminuem as chances de concepção, já que os ciclos menstruais ficam irregulares e pode não ocorrer ovulação em alguns meses.

A obesidade pode causar ainda várias outras alterações, além da disfunção ovulatória, como maior risco de complicações durante a gestação e pior resposta à estimulação ovariana no caso de realização de tratamento em Reprodução Assistida.

É importante ressaltar que mulheres obesas têm mais chance de desenvolver quadro de anovulação, fator que diminui as chances de uma gravidez natural.

Para evitar esses problemas e ter uma boa saúde reprodutiva, a orientação é a perda de peso com o acompanhamento de profissionais da área antes de começar as tentativas de gravidez. Durante esse processo, é importante realizar exames com o médico ginecologista para descobrir se há algum outro fator que também possa contribuir para a infertilidade e assim tratar da melhor forma possível.

Dra. Silvia Joly Mattos é médica especialista em Ginecologia e Obstetrícia formada pela Unicamp, com Mestrado na área de Infertilidade pela Unicamp e especialista em Reprodução Assistida com Título reconhecido pela Febrasgo.