FertilidadeInfertilidade

Histerossalpingografia: exame importante para avaliação de trompas e cavidade uterina

Dra. Sílvia Joly Mattos – Quando um casal se queixa de dificuldade para engravidar e busca nossa ajuda, é necessário que se faça uma investigação inicial compreendendo algumas informações como, por exemplo, idade da mulher e do homem, antecedentes de doenças genéticas, histórico médico pessoal do casal, e frequência de relações sexuais.

É importante também que sejam pesquisados os fatores que podem dificultar um casal de ter filhos. Dentre eles estão: fatores ovulatório, uterino, tubário, tuboperitoneal, e fator masculino. Também existem a infertilidade por causas genéticas/cromossômicas e a infertilidade sem causa aparente.

Dentro da pesquisa de alguns fatores femininos, fazemos o exame básico de histerossalpingografia (HSG), exame ginecológico de raio-X com utilização de contraste responsável por verificar a integridade morfológica e funcional das tubas e da cavidade uterina.

Com a HSG, é possível conhecer o formato do útero e se as tubas estão obstruídas, dilatadas ou com o trajeto alterado que dificultem ou impeçam a fertilização. Além disso, podem ser investigadas anormalidades congênitas ou adquiridas no útero que favoreçam abortos espontâneos de repetição, além de fatores tuboperitoneais.

A HSG pode identificar as seguintes alterações no útero: má formação, pólipos, miomas, adenomiose, aderências e cicatrizes, entre outras. Quanto a alterações das tubas uterinas, este exame é capaz de identificar hidrossalpinge – acúmulo de líquido dentro das tubas, e obstrução (bloqueio) das trompas.

Caso alguma anomalia seja identificada neste exame, pode ser indicada uma avaliação mais especializada, através da histerossonografia, videolaparoscopia ou vídeo-histeroscopia.

Para realizar a HSG, o melhor período é uma semana após a menstruação e antes da ovulação, entre o 6º e o 12º dia do ciclo menstrual.

Dra. Silvia Joly Mattos é médica especialista em Ginecologia e Obstetrícia formada pela Unicamp, com Mestrado na área de Infertilidade pela Unicamp e especialista em Reprodução Assistida com Título reconhecido pela Febrasgo.

17 comentários sobre “Histerossalpingografia: exame importante para avaliação de trompas e cavidade uterina

  1. Pingback: viagra buy
  2. Pingback: prices of cialis
  3. Pingback: cialis online
  4. Pingback: viagra generic
  5. Pingback: cheap viagra
  6. Pingback: top erection pills

Os comentários estão fechados.