Fertilização in VitroInfertilidadeReprodução AssistidaReprodução Humana

Descongelamento de óvulos: como é feito

Dra. Sílvia Joly Mattos – O descongelamento de óvulos é feito quando chega a hora escolhida de engravidar. Os óvulos congelados são extraídos do nitrogênio e fecundados com o espermatozoide do parceiro, coletado em laboratório.

Esse processo todo deve ocorrer no mesmo dia, ou seja, o óvulo é retirado do container de nitrogênio, o espermatozoide é coletado, e o encontro entre o óvulo e o espermatozoide é feito em laboratório naquele mesmo dia.

Após o tempo de desenvolvimento do embrião, que acontece em laboratório entre 3 e 5 dias, ocorre a transferência para o útero.

As chances de sucesso não são exatas, mas estão diretamente relacionadas com a idade dos óvulos, ou seja, a idade que a mulher tinha quando os óvulos foram coletados e congelados. Por isso, o ideal é que a mulher opte pelo congelamento antes dos 35 anos, quando as taxas de gravidez são maiores, embora até os 37 anos ainda tenha bons resultados.

Também não há um prazo certo para os óvulos ficarem congelados, pois com as técnicas avançadas da reprodução assistida estima-se que possam manter-se congelados por tempo indeterminado.

Dra. Sílvia Joly Mattos é médica especialista em Ginecologia e Obstetrícia formada pela Unicamp, com Mestrado na área de Infertilidade pela Unicamp e especialista em Reprodução Assistida com Título reconhecido pela Febrasgo.